Seminário sobre eletrificação rural em SC ocorre no dia 29 de junho

29/06/2017 07:50

Lideranças do Rio Grande do Sul e do Paraná também vão participar. FETAESC já confirmou presença.

Para discutir a dramática situação das redes elétricas que atendem os trabalhadores rurais em Santa Catarina, será realizado no dia 29 de junho um seminário na Assembleia Legislativa. O evento “Eletrificação Rural: Desafios Urgentes”, proposto pelo presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural, deputado Natalino Lázare, contará com a participação autoridades e entidades do Rio Grande do Sul e do Paraná, onde os problemas se assemelham.

Além dos três Estados do Sul, o seminário receberá também federações, cooperativas, agricultores e empresários ligados ao agronegócio e geração de energia. Em Santa Catarina, mais 70 mil famílias têm acesso à energia elétrica pelo defasado sistema monofásico.

O parlamentar destaca que muitos problemas que assolam a agricultura, o agronegócio, estão ligados à precariedade da rede elétrica, que não permite a modernização dos equipamentos rurais. “Tenho conhecimento dos altos custos que a troca das redes gera. Mas isso não pode servir de desculpa. Precisamos encontrar uma alternativa,” afirma Natalino.

Em fevereiro, o deputado foi à tribuna da Alesc para pedir ao governo do Estado e à Celesc atenção ao tema. E também para anunciar a formalização de expediente neste sentido e que foi encaminhado ao governador Raimundo Colombo e ao presidente das Centrais Elétricas de Santa Catarina, Cleverson Siewert. Naquele dia, foi anunciado um financiamento de US$ 345 milhões da Celesc junto ao BID. Recursos que devem ser aplicados justamente nos projetos de expansão da empresa, mas que, até segunda ordem, não contemplam a eletrificação rural.

Serviço

O que: Seminário Eletrificação Rural: Desafios Urgentes

Quando: 29 de junho de 2017, das 9h às 13h

Onde: Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Quanto: Entrada gratuita

Programação

8h30min

Credenciamento e orientações

9h

Abertura e composição da mesa

Horário reservado para manifestação de autoridades

– Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul

– Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Paraná

– Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (Fecoagro)

– Federação dos Trabalhadores na Agricultura – SC (Fetaesc)

– Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) 11h Abertura para a participação popular 12h30min Conclusão e produção da carta que será enviado às autoridades estaduais